terça-feira, 29 de dezembro de 2015

Endurance, primeiro DLC de Rise, já disponível

Embora tecnicamente não seja o primeiro DLC lançado para Rise of the Tomb Raider, Endurance (Modo Resistência, no Brasil) corresponde à primeira atualização grande para o jogo. O amigo Roli gravou um vídeo do tutorial deste novo modo, através do qual é possível tirar uma ideia de como funcionam as mecânicas de fome e frio:

Como esperado, o DLC faz parte do Season Pass, mas também está disponível para compra separadamente por BRL 19. A versão para Xbox One acrescenta 15 novas conquistas, enquanto a de Xbox 360 conta com apenas 10 — e assim que eu tiver um bom domínio do conteúdo, atualizarei o meu guia de conquistas.

sábado, 26 de dezembro de 2015

Rise of the Tomb Raider surge na Steam


Rise of the Tomb Raider já está listado publicamente na Steam. Seu surgimento, acompanhado da data de "janeiro 2016", alimenta rumores recentes de que o jogo possa ser lançado em 29 de janeiro. Vamos aguardar por maiores detalhes, bem como a divulgação dos requisitos mínimos de sistema, mas a espera (de alguns) pode estar próxima do fim.

sábado, 19 de dezembro de 2015

Rise estampa capas de revistas nacionais

Rise of the Tomb Raider é (ou melhor, foi) matéria de capa de duas das principais publicações nacionais de games no mês de novembro.

Por um lado, a EGW n.167 (que, por um motivo ou outro, optou por uma arte de TR2013) traz uma prévia especial, com 15 páginas que cobrem não só RTR, mas também certos aspectos da franquia como um todo. Achei engraçado que utilizaram algumas fanarts (como esta, esta e esta) para ilustrar o artigo.

Gostaria de dizer que a primeira chamada da capa é um tanto pretensiosa. Em nenhum momento a matéria faz referência à dita cuja; o mais próximo que consigo determinar é uma citação de que, em dado momento, Lara estava parecida demais com Camilla Luddington.

Já a ROX n.115 leva uma certa vantagem, sendo a segunda edição da publicação dentro do mês, e traz uma análise compreensiva e favorável ao longo de 10 páginas. Em tempo: 9/10.

Encartado em suas páginas está um pôster duplo. A arte da capa ilustra a frente, enquanto o verso resume a cronologia da saga principal. Apesar de alguns pequenos erros aqui e ali (embora o mesmo possa ser dito para os dois artigos em si), a composição geral é bacana.

Pôster de Rise of the Tomb Raider da ROX

Incluso nas páginas da edição n.115 da Revista Oficial do Xbox (54x40cm).

quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

Imagens e detalhes da Play Arts Kai de Rise

Demorou, mas finalmente temos novidades sobre a figura de Rise of the Tomb Raider da linha Play Arts Kai! Depois da divulgação do protótipo, ainda em julho, parecia que ela estava fadada ao esquecimento. Felizmente, não é o caso.

A figura já está em pré-venda através da loja oficial da Square Enix, pela bagatela de USD 140 (em tempo, quase o mesmo valor da edição de colecionador do jogo). Seu lançamento está previsto somente para o abril do ano que vem, o que nos permite um tempo para economizar uns trocados...

quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Impressões e imagens de TR2 para Android

View post on imgur.com
Demorei muito mais tempo do que o esperado, mas finalmente encerrei minha partida na versão Android de Dagger of Xian e seu respectivo pacote de expansão, The Golden Mask! O resultado dessa jornada é a extensa galeria que você pode conferir acima.

Quando Atlantean Scion veio, as texturas novas pareciam dar um novo sopro de vida ao título, mas infelizmente se resumiam às fases no Peru e na Grécia (com outros retoques aqui e ali). TR2 também conta com algumas texturas novas, mas o suporte é notavelmente menor. As diferenças são mais evidentes nas fases em Veneza, mas acredito algumas texturas do Tibet também tenham recebido esse cuidado.
A jogabilidade permanece a mesma de TR1, e isso pode ser tanto bom quanto ruim. A parte boa é que a posição dos comandos é personalizável e com o tempo você se habitua – eliminando completamente essa etapa se você jogou TR1. Ruim porquê os veículos não respondem muito bem aos comandos, por exemplo, e talvez pelo próprio estilo do jogo...

Como assim, você pergunta? Enquanto jogava no meu celular, percebi que TR2 tem uma contagem de corpos ridícula. Os controles acabam tornando os tiroteios muito mais difíceis que no PC, e cedo ou tarde você desiste de usar somente as pistolas. Explorando os ambientes, coletando todos os segredos e usando armamento pesado em praticamente todos combates, terminei o jogo principal com poucos kits médicos no inventário, enquanto na versão PC (e, suponho, PSX) é fácil acumular números absurdos dos mesmos.
O jogo novamente conta com localização parcial, o que significa telas de menu em português, mas notei algumas chaves não traduzidas (no pacote de expansão). A título de curiosidade, eis a relação completa dos níveis em português:

China: A Grande Muralha
Itália: Veneza; Esconderijo de Bartoli; Ópera
Oceano Atlântico: Plataforma Marítima; Área de Mergulho; 40 Braças; Naufrágio do Maria Doria; Alojamentos; O Convés
Tibet: Monte Tibetano; Mosteiro Barkhang; Catacumbas do Talião; Palácio de Gelo
China: Templo de Xian; Ilhas Flutuantes; O Covil do Dragão
Inglaterra: Lar Doce Lar
A Máscara Dourada: A Guerra Fria; Ouro dos Tolos; Fornalha dos Deuses; Reino; Pesadelo em Vegas

A inclusão do pacote de expansão faz deste port uma grande oportunidade para quem sempre teve curiosidade. Como um todo, TR2GM é o mais fraco dos três pacotes, mas ele tem seus momentos e as duas primeiras fases são ambientadas em instalações russas — em retrospecto, uma espécie de presságio dos cenários de Rise of the Tomb Raider com a tecnologia de quase 20 anos atrás. Aproveitando a deixa, se você precisar de ajuda com qualquer dos níveis, eu escrevi um guia algum tempo atrás.

Como o jogo tem um desnecessário foco em tiroteios, uma novidade que eu achei interessante é um sistema que simula jogos de tiro atuais, com um indicativo na tela mostrando de onde você está sendo alvejado. Outra novidade, que você certamente vai notar se navegar pela galeria acima, é que o jogo torna superfícies distantes transparentes, por vezes isso aumenta a sensação de ambientes grandiosos, mas na maior parte dos casos sai pela culatra.
O lançamento de TR1 e TR2 em smartphones ocorreu de forma inesperada e sem anúncio prévio, então vou admitir que parte de mim torce todas as noites para que o suporte seja estendido ao menos até Adventures of Lara Croft (e, por tabela, The Lost Artifact). Quem sabe o que o futuro reserva para nós?

Tomb Raider II Classic
USD 0.99
Lançamento: 28/10/2015

Google Play | App Store (iOS)

segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

Relic Run recebe atualização festiva

Uma nova versão de Relic Run está disponível! Atualize já seu aplicativo para conferir as novidades:

  • Roupa de Papai Noel
  • Roupa Área 51 (cede munição inicial extra) e variantes
  • Variantes douradas para todas armas
  • Cargas de suprimentos abrem automaticamente, assim que disponíveis
  • 'Vantagem Inicial' coleta automaticamente gemas, pistas e power-ups
  • Suporte ao idioma russo

Guia de conquistas — Rise of the Tomb Raider

Seguindo o mesmo estilo que tenho usado no blog – vide conquistas de Temple of Osiris, Relic Run e Go –, hoje trago um guia para as conquistas de Rise of the Tomb Raider. Por fins de conveniência, optei por usar os ícones da versão Xbox 360 (e Steam), embora a versão para Xbox 360 tenha algumas conquistas a menos. As conquistas extras das versões para Xbox One e Steam estão sinalizadas com a sigla  XBO  na relação abaixo. Ainda é cedo para determinar se a lista também será válida para a versão PS4, mas tudo em seu tempo, certo?

Não é um jogo particularmente difícil para se fazer 100%, mas algumas poucas conquistas podem ser um pouco trabalhosas. Baseado em minha experiência com a versão para Xbox 360, eu atribuiria um tempo estimado de 30 horas para completar tudo. As versões para Xbox One e PC podem exigir algumas horas adicionais, uma vez que possuem mais conquistas vinculadas ao modo Expeditions.

[Atualizado em 16/10/2016:] Conquistas de 20 Year Celebration.

Campanha

Following in Father's Footsteps Quite a Tumble Tougher Than She Looks Strange Acquaintance A Helping Hand Taking the High Road The Key To It All
Whatever It Takes The Road Less Travelled The Price of Truth Ultimate Survivor Extreme Survivor

  • Following in Father's Footsteps
  • Quite a Tumble
  • Tougher Than She Looks
  • Strange Acquaintance
  • A Helping Hand
  • Taking the High Road
  • The Key To It All
  • Whatever It Takes
  • The Road Less Travelled
  • The Price of Truth
  • Ultimate Survivor  XBO : termine o jogo na dificuldade Survivor
  • Extreme Survivor  XBO : termine o jogo na dificuldade Extreme Survivor
Estas são as conquistas referentes a sua progressão na história principal. A única exceção fica por conta de Ultimate Survivor: para esta conquista, você deverá completar a campanha na dificuldade Survivor. Neste modo, inimigos são mais resistentes e agressivos e você não recupera vida automaticamente, sendo necessário usar recursos para se curar. Como um todo, não é particularmente difícil e, se você possui experiência com jogos de tiro em terceira pessoa, pode começar nessa dificuldade sem medo.

Caso não se incomode em repetir o jogo, sugiro que jogue a primeira partida em um nível de dificuldade menor (Seasoned Raider) para se habituar com o jogo e suas mecânicas, e então posteriormente encarar o desafio da dificuldade Survivor.

Extreme Survivor é uma dificuldade nova, introduzida com a 20 Year Celebration. Ela não difere muito da Survivor para falar a verdade, a maior diferença é que os checkpoints do jogo somente ocorrem durante acampamentos, então essa conquista exige uma dedicação e cuidado muito maior por parte do jogador.

domingo, 6 de dezembro de 2015

Coleção: guia de estratégia e artbook de Rise

Fazia tempo que eu não adquiria novos itens para a coleção, mas junto ao lançamento de Rise of the Tomb Raider vieram algumas novidades. Eu havia feito a pré-compra destes dois livros juntos, muito antes da revelação das edições especiais do livro de artes, mas não me arrependo por ter ficado com a edição básica (mesmo porquê, considerando a nossa situação atual, qualquer gasto deve ser meticulosamente planejado).

O livro é lindo, com excelente acabamento e repleto de artes sensacionais – sem dúvida, um bom investimento. O guia de estratégia, em sua versão capa dura, acompanha um simples chaveiro. Senti a falta de uma seção de extras nele, e talvez até uma cobertura mais detalhada do modo Expeditions (e suas respectivas cartas), mas está valendo.

Nessa mesma compra também estava The Blade of Gwynnever, o novo livro de Dan Abnett, que por algum motivo tem sofrido atrasos seguidos. A mais nova data prevista para sua publicação é 27 de janeiro, mas eu não me surpreenderia com novas alterações.

sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

Trailer e detalhes dos futuros DLCs de Rise

O season pass de Rise of the Tomb Raider promete conteúdo adicional constante, na forma de roupas e armas, mas também menciona três pacotes "grandes". Para iniciar a promoção desse conteúdo adicional, a Crystal Dynamics divulgou um trailer do DLC de história, centrado na folclórica bruxa Baba Yaga.


Com uma duração estimada de três horas, Baba Yaga: Temple of the Witch chega no final de janeiro. Apesar de estar em foco neste momento, na verdade este é o segundo DLC para o jogo.

No dia 29 deste mês será lançado o Endurance Mode. A julgar pela descrição oficial, trata-se de um verdadeiro teste de sobrevivência – você começa sem qualquer recurso e deve encontrar tudo que possa servir de ajuda, inclusive provisões para restaurar sua vida –, onde você pode desafiar seus amigos para ver quem consegue sobreviver por mais tempo. 

Por fim, em algum momento em 2016 (provavelmente fevereiro), será lançado o Cold Darkness Awakened. Uma misteriosa aflição recaiu sobre a Sibéria, transformando homens e animais em assassinos sedentos por sangue. Lara deve enfrentar hordas destes predadores em combate pela própria sobrevivência. Ah, os três pacotes também acompanham uma roupa nova e uma arma cada.

[Atualizado em 07/12/2015:] O site oficial do Xbox revelou a listagem completa dos DLCs planejados para RTR. Além dos acima mencionados, também existirão quatro pacotes com roupas, um dos quais (Siberian Ranger) já foi lançado. Determinar o real valor do Season Pass agora fica a seu critério.

The Game Awards premia Lara Croft Go

Ontem à noite ocorreu a The Game Awards 2015, evento que celebra a indústria dos videogames e premia os destaques do ano. Amplamente falando, Tomb Raider concorria em três categorias: Lara Croft Go como melhor jogo para plataformas móveis; e Rise of the Tomb Raider como melhor jogo de ação e aventura e também melhor performance (pelo excelente trabalho de Camilla Luddington).

Considerando o peso e a popularidade dos concorrentes, admito que fui surpreendido quando Go levou o seu prêmio para casa. RTR, porém, não teve a mesma sorte.

Caso tenha interesse, a lista completa dos vencedores pode ser conferida aqui.

terça-feira, 1 de dezembro de 2015